Coletivo caruaruense promove live sobre Carolina Maria de Jesus

O coletivo A Literatura Também Tem Pele Preta, de Caruaru-PE, promoverá, no dia 21 de outubro, o evento Carolina Maria de Jesus: Seis Décadas no Quarto de Despejo. Trata-se de uma live com a participação de Vera Eunice, professora aposentada e filha de Carolina Maria de Jesus, e Conceição Evaristo, escritora consagrada, Profa. Dra. e ativista do movimento negro brasileiro. A mediação será de Fael Bezerra, poeta, arte-educador, historiador e pós-graduado em História e Cultura Afro-brasileira. O encontro será das 10 às 12h, no canal do Youtube do Centro de Formação Paulo Freire.

A proposta do evento é o diálogo sobre Carolina Maria de Jesus, que, de acordo com Vera Eunice, desejava ser reconhecida como uma escritora capaz de escrever, além dos diários, romances, poesias, provérbios, contos, peças teatrais e letras de músicas. Seu livro mais conhecido, Quarto de Despejo, Diário de uma Favelada, sucesso de público e de crítica, é considerado um dos mais importantes do Brasil. Ele completou 60 anos de lançamento em agosto de 2020.

O coletivo A Literatura Também Tem Pele Preta surgiu em 2018 com a proposta de difundir a literatura afro-brasileira, já que em pleno século XXI ainda tão pouco se discute acerca de escritores(as) e pensadores(as) negros(as), que tanto contribuíram para o enriquecimento da cultura e arte nacionais.

Seu objetivo é resgatar, a partir de eventos como palestras, minicursos, oficinas, rodas de diálogo e lives, afrodescendentes que foram silenciados e sofreram apagamento ideológico na história do Brasil ou que foram vítimas do processo de embranquecimento para serem aceitos na cultura brasileira. O grupo busca ainda combater o epistemicídio que afeta o povo negro, tendo em vista que a lei 10.639/2003 estabelece a obrigatoriedade do ensino de história e cultura afrobrasileira e africana, e que a Lei 11.645/2008 amplia a primeira, acrescentando a obrigatoriedade do ensino da história e cultura indígena.

O primeiro evento do coletivo aconteceu em 2018, na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Caruaru, quando Maria Firmina dos Reis e Carolina Maria de Jesus foram homenageadas. O segundo encontro promovido pelo coletivo aconteceu em 2019, durante a IV Semana de Pedagogia-CAA/UFPE. O minicurso Maria Firmina dos Reis: A literatura também tem pele preta, versou sobre a vida e obra dessa escritora e de sua relevância para a literatura brasileira.

Comentários do Facebook